domingo, 17 de junho de 2012

Resenha: Amante Meu - J.R.Ward ( I.A.N)

Título: Amante Meu
Autor(a): J.R.Ward
Subtítulo: Irmandade da Adaga Negra - Vol. 8
ISBN: 9788579302916
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2012
Páginas: 512
1º Capítulo 

Sinopse:
John Matthew já percorreu um longo caminho desde que foi encontrado vivendo entre os humanos, quando sua natureza vampírica ainda era desconhecida. Recolhido pela Irmandade, ninguém poderia adivinhar qual a sua verdadeira história ou a sua real identidade: uma encarnação de Darius. E John terá de recorrer a essa personalidade em uma luta sem precedentes para saciar sua sede de vingança.
A bela Xhex tem lutado a todo custo contra a atração que sente por John, pois já viu a loucura consumir o amor uma vez, quando um macho se deparou com a escuridão de sua vida dupla. Mas o destino provará aos dois que o amor é inevitável para as almas gêmeas.

No oitavo livro da saga IAN os protagonistas são John Matthew e Xhex, confesso que quando conheci a Xhex eu não gostei muito dela e achava que ela e o John não combinavam como casal.
Eu me enganei e muito, comecei a ler o livro achando que ia demorar para terminar e quem disse que eu consegui largar do livro :P

Neste livro conhecemos a Xhex melhor e vemos que o jeito durão dela é só uma capa que ela usa por já ter sofrido muito.
No final do livro Amante Vingado a Xhex foi sequestrada pelo Lash, o livro se inicia quatro semanas depois do acontecido. John já está perdendo a esperança de achar Xhex viva e sofre muito com isso.
Uma coisa que eu achei ótima neste livro é que a Xhex se salva sozinha e mostra que realmente é uma guerreira. Eu adorei isso
O Reencontro dos dois é muito emocionante, ela está fraca e machucada e John faz de tudo para ajudar ela.

“— Eu sinto muito”. — Ela disse roucamente.
Pelo quê?
— Tudo. Tratar você como eu fiz. Ser quem eu sou. Você merece algo muito melhor. Eu sinto… Realmente muito.
Sua voz quebrou ao fim, enquanto ela começou a piscar, deitou a cabeça para baixo e colocou sua palma no coração batendo dele.
Era em momentos assim, quando ele desejava desesperadamente que pudesse falar. Depois de tudo, não era como se ele fosse virar ela de lá para cá para que pudesse pegar seu maldito bloco de papel.”

Os dois têm que lidar com seus traumas e lutar juntos para conseguir a vingança que tanto desejam.
Uma coisa que nos surpreende neste livro são os trechos do passado de Darius e no fim percebemos que John e Xhex estavam destinados um ao outro.

Outros personagens que recebem atenção neste livro são Qhuinn e Blay, Blay está tentando esquecer Qhuinn, a amizade dos dois está diferente e ele está tentando lidar com isso.

“Um tempo atrás, antes de sua grande admissão para o cara, antes que as coisas tivessem quebrado entre eles, Blay simplesmente teria perguntado o que estava na mente de Qhuinn, porque claramente ele estava fervendo com alguma coisa. Agora, porém, o que uma vez havia sido apenas uma ocorrência, parecia uma intromissão inadequada.”

Blay conhece Saxton, o primo de Qhuinn e os dois começam a sair o que faz Qhuinn ficar indeciso sobre sua vida e ficar tentando se achar no meio da bagunça que está seus pensamentos.

 “— Diga a palavra, Qhuinn. Faça isto e eu passarei a noite com você. Vamos sair com Xhex e John e quando eles acabarem voltamos para cá. Diga.
Os olhos azul-e-verde dentro dos quais Blay passara toda a vida olhando se fecharam em sua boca e o peitoral de Qhuinn bombeou para cima e para baixo como se estivesse correndo.
— Melhor ainda, — Blay falou com a voz arrastada, — Por que você simplesmente não me beija...”

Nunca pensei que ficaria tão ansiosa para ler um livro gay, mas estou realmente super curiosa  para saber como vai ser o desfecho da relação do Qhuinn e do Blay.

A personagem pricipal do próximo livro da série, Payne, aparece neste livro e vemos ela cansada de ser prisioneira da sua mãe e querendo se libertar.

O livro é realmente incrível assim como toda a saga IAN e não deixa nada a desejar. E se você ainda não conhece IAN corre e comece a ler os livro.







Um comentário:

  1. Oi ..

    Apesar de todos falarem muito bem dessa série, não acho que eu iria gostar de lê-la. Não curto muito esse estilo de sobrenatural hot, rs.

    Enfim, mesmo não me identificando com a série, li a sua resenha e a mesma ficou ótima!

    João Victor
    Amigo do Livro
    http://amigodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir